SIGA-ME NO GOOGLE+ BADGE

quarta-feira, 12 de junho de 2013

UMA SAGA DO NOSSO AMOR I





UMA SAGA DO NOSSO AMOR I

21 de maio de 1998, para o nosso amor, foi um dia abençoado.
Por que  foi o dia em que ele foi levado ao altar divino e sagrado.
Amor este que, inclusive, já estava bem desacreditado...
Não, por nós, é claro, mas pelos familiares e os mais chegados.
Sim, por que eu vivia impondo milhões de condições...
E ele, paciente e sempre solícito atendia as imposições.
Acontece que eu novamente encontrava motivos vários.
No fundo eu tinha mesmo era medo de ir ao sacrário
E, confessar todos os meus pecados e ter de assumir
a infinitude e a fidelidade da relação, bem como saber todo o abecedário
que toda mulher casada e honrada tem de entender ser necessário.
Quando volto ao tempo e retorno à 1980, em 07 de setembro!
Fico pensando que eu dizia: Não quero casar! Ah! Como Lembro...
Porém, este foi o dia do meu primeiro beijo, no primeiro namorado,
Estava escrito nas estrelas com ano, dia e hora marcados.
E o noivado? esse aconteceu em 1987, era dia 30 de maio...
Esquecer? Não posso. A aliança caiu, ele olhou-me de soslaio.
No dia 01 de Janeiro de 1990 quando aos meus pais ousei comunicar:
Vou primeiro morar junto para depois ver se, de fato, quero casar.
Foram muitas lágrimas de tristeza e incompreensão até vir o aceitar
Termino esta "saga", sem contar das dores amargas que passamos
Por que o importante são as sementes maravilhosas que plantamos
E bons frutos estamos colhendo, vendo os filhos crescendo, estudando...
E percebendo que esse amor, a cada dia, mais forte e bonito vai ficando.
Receba este com muita gratidão e afago, meu amor Jorge Lima Gomes.
Desta esposa que vive feliz ao teu lado, Mª Madalena de Jesus Gomes.

http://www.recantodasletras.com.br/prosapoetica/4302233
Postar um comentário